terça-feira, 30 de junho de 2009

O medo e a falta de fé

Evangelho de Mateus:8, 23-27

23. Então Jesus entrou no barco, e seus discípulos o seguiram.
24. Nisso, veio uma grande tempestade sobre o mar, a ponto de o barco ser coberto pelas ondas. Jesus, porém, dormia.
25. Eles foram acordá-lo. “Senhor”, diziam, “salva-nos, estamos perecendo!” —
26. “Por que tanto medo, homens de pouca fé?”, respondeu ele. Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e fez-se uma grande calmaria.
27. As pessoas ficaram admiradas e diziam: “Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”


Paz, amados. A paz de Cristo.

Hoje Mateus nos relata a passagem em que Jesus, após o sermão da montanha, se coloca a ir para o outro lado do mar da Galiléia, rumo à Gadara, cidade grega, por isso, pagã. Após entrar na embarcação que o conduziria, Jesus adormece, talvez descansando de todo aquele dia que havia tido, curando enfermos, pregando, fazendo Suas maravilhas. Em meio à travessia, uma tempestade toma conta do mar e ondulações atingem a barca, enchendo-a d´água a ponto de parecer que iria perecer. Os discípulos, assustados, acordam Jesus que ainda assim dormia, e pedem-lhe que salve-os. E Jesus levantando, manda que a tempestade cesse e repreende seus seguidores que, mesmo após estarem junto D´Ele não só naquele dia, mas desde o início de Sua jornada, ainda não tinham fé. E a prova disto é o relato da admiração que tomou conta daqueles homens, pois ainda se perguntavam quem era aquele que até os ventos e o mar o obedeciam.

Pois bem meus queridos irmãos. Quantas vezes em nossa caminhada, não nos deparamos com situações tempestuosas, tortuosas? E quantas vezes nessas situações nos perguntamos: “aonde está tu, Jesus, que me deixa passar por tudo isso?”.

Assim como aqueles discípulos, também somo fracos na fé, não temos a confiança Naquele que nos guia. Muitas das vezes até mesmo duvidamos que Ele realmente esteja conosco. “Poxa, vamos as missas todos os domingos, fazemos boas obras, oramos diariamente, mas mesmo assim passamos por dificuldades em nossas vidas. Será que Deus realmente está ao nosso lado? Aonde estamos errando?”

E eu digo: aí estamos errando. Começa que quando tudo anda bem, nem nos lembramos Dele. Mal fazemos nossas obrigações. Mas quando algo nos acontece, quando nos chega uma tempestade, a primeira coisa que nos lembramos é de “acordá-lo” para que venha nos salvar. Deixamos o medo se apossar de nosso espírito. Mas Deus está sempre ao nosso lado. Ele sabe todas as coisas e conhece nossas necessidades. Isto me faz recordar uma mensagem que rodava pela internet até pouco tempo e contava a história de uma pessoa que ao chegar ao céu, interpelava Jesus sobre muitas das vezes em sua caminhada não sentir a Sua presença, apontando para o fato de haver somente um conjunto de pegadas em seu trajeto. E nisto Jesus lhe diz que nunca o havia abandonado e que o único conjunto de pegadas que via era justamente nos momentos em que era conduzido no colo de Seu Pastor, tal como uma pequena ovelha.

A passagem de hoje nos ensina a termos fé, confiança de que as tribulações serão sempre vencidas se estivermos N´Ele. È pela fé que adquirimos nossa fortaleza. Nos tornamos fortes, capazes de empurrar as barreiras que nos impede de vencer as etapas de nossa jornada. Quando deixamos de lado nossa fé, nossa esperança, deixamos o medo tomar conta de nós. E o medo é obra do malígno. Se temos medo, ficamos à merce dos nosssos inimigos. Por isso sempre precisamos estar fortes.

Jesus não nos desampara, mas caminha a nosso lado, confiante de que nós podemos passar pelos momentos difíceis. Certamente, Ele não espera que vacilemos em nossa fé, mas quando isto acontece, temos Ele ao nosso lado, nos amparando, nos carregando em seu colo. Ele é Pai de infinita misericórdia. Tenhamos fé, acreditemos em Nosso Senhor. Ele mesmo nos disse uma vez que ainda que nossa fé fosse do tamanho de um grão de mostarda, montanhas seriam movidas. Portanto, amados irmãos, fortaleçamos nossa fé naquele que tudo pode, que tudo quer a nosso favor.

Na Paz de Cristo e no Amor de Maria,

2 comentários:

  1. Muito linda essa passagem da biblia!

    ResponderExcluir
  2. obrigada senhor por todas estas palavras de gloria e vitoria.

    ResponderExcluir